Como estudar melhor?

Alcançar os bons resultados nem sempre é uma tarefa fácil. Para que tal seja possível, é necessário criar hábitos e métodos de estudo que estejam de acordo com a individualidade de cada aluno.

Antes de começar qualquer estudo, é imprescindível que cada aluno estabeleça os seus próprios métodos e organização e defina um local de estudo. Este aspeto é fundamental uma vez que se torna muito pouco produtivo quando um aluno muda constantemente o seu local de estudo, não tendo à sua disposição todo o material que necessita inerente à sua atividade.

Ao ter este aspeto em conta, o aluno evitará a situação de sensação de falta de tempo para estudar e, também, para outras atividades extracurriculares que se tornam, também elas, de crucial importância.

Neste artigo, propomos alguns exemplos para que as atividades (estudo e outras) se tornem rentáveis para qualquer pessoa:

icon_relogio

Dormir pelo menos 7 horas: Ainda que não se possa estabelecer um número fixo de horas que cada pessoa deve dormir, pois acaba por depender do organismo de cada um, dedicar pelo menos 7 horas de descanso noturno é extremamente importante para que se evitem distrações quando se está nas aulas a estudar. Ao ter uma boa noite de sono, o aluno conseguirá ter mais atenção, inclusivamente nas matérias em que se tornam menos atrativas. Segundo estudos científicos, durante uma boa noite de descanso o cérebro continua a processar o que foi aprendido durante o dia.

icon_livro

Planear os estudos: Criar um horário de estudo, dedicando horas do dia a determinadas tarefas escolares e, sobretudo, cumprir esse horário, é uma tarefa que o aluno não deve dispensar. Nestas horas de trabalho para além da escola, o aluno não deve exceder uma hora de estudo seguida, devendo fazer pausas de cerca de 10 minutos, não só a nível de horários como entre matérias. Ao planear o estudo, o rendimento, a concentração e a dedicação serão muito maiores.

icon_escrever2

Anotar as informações: Durante as aulas é muito importante que o aluno tire apontamentos daquilo que o professor vai falando na aula e não se limite apenas a passar para o caderno o que é escrito no quadro. Deve também anotar corretamente todos os testes e tarefas que o professor marca para que não falhe com nenhum compromisso. Se ficarem “gatafunhos” no caderno de apontamentos, o aluno deve ter o cuidado de os organizar em casa pois a organização no processo de estudo é fundamental.

icon_planear


Compreender e memorizar:
Memorizar é um processo inerente ao estudo pois significa reter no cérebro a informação estudada. Contudo, para memorizar algumas matérias o melhor é tentar compreendê-la uma vez que, desta forma, o processo de memorização é bastante superior do que tentar meramente decorar palavra a palavra o que está escrito num manual.

icon_analise2


Ser criativo:
Definir esquemas de cores no processo de estudo, estudar em voz alta como se estivesse a dar aulas, esquematizar a informação aprendida são técnicas criativas que melhoram o conhecimento. Elevar a mente à criatividade é tornar o processo de aprendizagem mais fácil e intuitivo.

icon_procura3

Encontrar concentração: “Passei horas a fio a estudar e nada ficou na minha memória!”. A pergunta que tem de ser feita é: Estava concentrado enquanto estava a estudar? Muitas vezes nem nos apercebemos mas temos inúmeros fatores que nos distraem: do telemóvel à televisão, do gato a passar por cima dos apontamentos ao computador que está ligado ao facebook. Quando nos dedicamos a estudar devemos evitar qualquer fator distrator para que o tempo que despendemos naquela tarefa seja realmente produtivo.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.